'Vela na Umbanda!

 A simplicidade da parafina transpassada por um pedaço de barbante ganha um significado memorioso quando unida aos pensamentos e intenções da prece.

Mas como para tudo existe uma face “negativa”, nesta prática também acontece de ter caminhos mal direcionados. Quando a energia da mente da pessoa que pede se une a energia ígnea (fogo) elas trabalham para atender a razão pelo qual a vela foi acesa.
Se o pedido for pelo bem de alguém o bem se tem, se pede-se por propósitos ruins é possível que também se obtenha esse retorno, e pensando nisso compreende-se que no momento em que elas retornam voltam duplicadas pois, retornam com a energia a quem o pedido foi encaminhado.
Portanto é necessário não apenas pedir por boas vibrações, mas também se concentrar no momento do pedido. Sentimentos pesados e distrações podem dificultar que o Axé flua.
Em linhas gerais essa é a forma que a vela atua, a intenção é acionada pela energia mental e reforçada pela energia ígnea chegando até o campo vibratório da entidade para quem se encaminhou o pedido.
Cruzamento 
O termo cruzar ou imantar dita anteriormente refere-se ao ato de rezar uma vela. Quando a entidade reza a vela que vai ser dada para o consulente ela está blindando-a contra influências exteriores, com isso fica impossível o ataque de espíritos obsessores durante o período em que ela estiver acesa.
Como ela me conecta com a divindade?
Acender vela é um ato mágico-religioso. Quando a chama é acesa e direcionada pela reza, ela estabelece a conexão entre a pessoa e a entidade ou Orixá pra quem vai ser realizado o pedido.
Na prática – e mecanicamente – isso ocorre da seguinte forma: a energia mental e emocional evocada sai do seu corpo e encontra a energia da chama da vela, nesse momento ela entra nesse fluxo da chama e se alonga até o campo vibratório do guia, Orixá, Anjo da Guarda, enfim a quem você dedicou a queima.
Esse cordão ígneo faz o transporte da intenção, estabelece a conexão, e após tocar a tela planetária retorna ao corpo da pessoa como um bálsamo.
Por isso é tão importante que ao acender uma vela em sua casa ou em qualquer lugar que seja, você esteja com a cabeça firme no seu propósito, que a sua concentração esteja focada no seu objetivo e nunca pensando em compromissos ou coisas exteriores.
Então caso não tenha as condições físicas ou psicológicas ou familiar para firmar vela , faz uma conexão por Orações e assim que puder e conseguir concentrar firma a vela.
 
Texto via Umbanda Orientação