Comemorações de aniversários!

 Acredita-se que as Comemorações de aniversários tenham origem pagã, iniciada pela crença na magia grega ao longo dos séculos.

Na Grécia, acredita-se que as primeiras comemorações eram homenagens prestadas aos deuses, como agradecimento. A deusa Artemis, deusa da caça, era homenageada com bolo de mel com velas em cima do bolo, o bolo tem o formato redondo por causa da lua, pois eles acreditavam que essa era a forma da deusa de expressar, as velas eram representadas pelo brilho da lua que refletia por todo lugar.      Inicialmente abolida pelo cristianismo, a prática de comemorar só foi aceita quando iniciaram as comemorações dos aniversários do menino Jesus, todos os anos em 25 de dezembro.

 

   No Egito, apenas os faraós e deuses tinham o direito a festas em comemoração a mais um ano de vida. Com os Romanos, essa prática de estendia aos familiares do imperador e aos senadores.     Com o passar dos anos, os camponeses alemães comemoravam com velas de número igual a idade do aniversariante e adicionavam + uma vela , pois acreditavam que era a luz da vida sendo simbolizada naquele momento. 

      Questões espirituais eram recorrentes naquela época, por isso , a pratica de oferecer presentes e comida era uma forma de espantar os maus espíritos e proteger de eventuais coisas ruins que pudessem acontecer com o aniversariante. 

      As velas colocadas em cima do bolo também surgiram na época dos deuses antigos, pois as pessoas acreditavam que a fumaça das velas levava as preces dos fiéis até o céu, além de proteger o aniversariante de espíritos ruins e garantir sua proteção para o ano vindouro.  

 

    Se você parar para analisar, muitos elementos pagãos estão presentes nas nossas celebrações de aniversário: as velas, o "banquete", pois você compartilha comida e bebida com pessoas especiais para o aniversariante, o bolo, que ao representar a Lua, também faz parte de muitos rituais pagãos.