🏹🍃Caboclo Mirim

 Em 1920 no Rio de Janeiro, o médium kardecista Benjamin Gonçalves Figueiredo (26/12/1902 - 03/12/1986), teve a primeira manifestação de uma Entidade que identificou-se como Caboclo Mirim, que vinha com a finalidade de criar um novo núcleo de crescimento para a Umbanda. Assim, toda a família do médium foi chamada a participar. Eram ao todo 12 pessoas que deram início em 1924 ao que foi chamada a Seara de Mirim. Após 18 anos, em 1942, foi fundada a Tenda Espírita Mirim.

Os caboclos mirins são espiritos de índios que desencarnaram jovens, alguns trabalham na linha doa caboclos, outros preferem vir sobre a influência da linha das crianças, essas entidades quando se mostram em terra são sempre requisitados em curas, além de crianças muito iluminadas, não gostam de brincar, comer doces, preferem usar seu tempo em passes e curas, toda e qualquer entidade desta linha é grande detentora de grandes embarcos espirituais apesar da aparência perispiritual de crianças, são grandes doutores e estão sempre prontos a curar.

Essas entidades respeitam muito os pretos-velhos, mas sua ligação é mais coms os Caboclos, adoram estar na companhia dos pajés e caciques, alguns caboclos mirins vibram pelo Orixá Oxossí, mas muitos fazem entrecruzamento com outros Orixás, principalmente o orixá Xangô.

Alguns nomes conhecidos de Caboclos e Caboclas Mirins: Tupãzinho, Tupizinha, Iarary, Tupiacanga, Iararinha, entre outros.